Passo a passo da massagem cardíaca

15/09/2017 | | publicado por

Passo a passo da massagem cardíaca

A massagem cardíaca é uma técnica utilizada para reanimar vítimas de parada cardíaca. É considerada a forma mais efetiva para salvar a pessoa enquanto o socorro médico está chegando.

Nessa situação, o coração para subitamente de funcionar, interrompendo o bombeamento de sangue para o corpo. Com isso, a pessoa desmaia e deixa de respirar. A cada minuto, as chances de sobrevivência diminuem em 10%. Já ao receber a massagem, aumentam para quase 50% até a chegada da equipe de socorro.

Geralmente, o cérebro pode suportar de três a seis minutos sem oxigênio. Depois disso, é provável que ocorram danos cerebrais. Após 15 minutos, poucas pessoas conseguem sobreviver.

A massagem cardíaca tem a finalidade de substituir a função do coração, mantendo o sangue em circulação até a vinda da ambulância. Em caso de emergência, ela pode ser aplicada por qualquer pessoa, mas poucos sabem como realizá-la corretamente. Pensando nisso, vamos ensinar a você.

O que é preciso saber sobre a massagem cardíaca

Primeiro, você deve tentar despertar a pessoa, pois, em alguns casos, o desmaio pode ser causado por queda de pressão ou mal súbito. Fale com ela e a chacoalhe em busca de reação.

Caso a pessoa não recobre a consciência, telefone imediatamente para um serviço de atendimento de emergência e inicie os procedimentos de reanimação:

  1.  Mantenha a vítima deitada com as costas no chão.
  2.  Ajoelhe-se ao lado dela.
  3.  Deixe os braços esticados ao lado do corpo.
  4.  Sobreponha as mãos e posicione-as no peito da vítima, entre os mamilos, em cima do coração.
  5.  Inicie a compressão, imprimindo o peso de seu próprio corpo sobre o peito da vítima e soltando.
  6.  Pressione o peito pelo menos cinco centímetros para baixo em cada compressão. Certifique-se que ele retornou à posição original antes de iniciar a próxima compressão.
  7.  Faça duas compressões por segundo.

Como fazer massagem cardíaca em bebês e crianças de até 10 anos

  1.  Deite a vítima em uma superfície dura e posicione seu queixo mais para cima, facilitando a respiração.
  2.  Caso seja uma criança, apoie uma das suas mãos no peito, entre os mamilos, em cima do coração. Em um bebê, posicione os dedos indicador e médio sobre o coração, entre os mamilos.
  3. Nas crianças, pressione o peito cinco centímetros para baixo em cada compressão, somente com uma mão. Faça duas compressões por segundo. Certifique-se que o peito retornou à posição original antes de começar a próxima compressão. Em bebês, pressione os dedos quatro centímetros para baixo, contando duas compressões por segundo, até a chegada do resgate.

Desde 2010, as diretrizes de ressuscitação preconizam que os leigos não devem fazer respiração (ventilação) boca a boca intercalada à massagem cardíaca. O mais importante para a sobrevivência da vítima é manter o ritmo das compressões. Recomenda-se que a ventilação seja realizada somente por pessoas treinadas.

A massagem cardíaca é uma técnica cansativa e precisa ser mantida até a chegada do socorro. Por isso, se houver mais de uma pessoa por perto, pode haver revezamento a cada dois minutos, sempre sustentando o mesmo ritmo nas compressões.

Esperamos que essas informações sobre massagem cardíaca tenham sido úteis. Trata-se de um conhecimento que pode salvar vidas.

Caso você tenha alguma dúvida, entre em contato conosco. Recomendamos também o e-book Guia do Coração para mais informações sobre saúde.

Guia do coração: cuidado e prevenção

Material Educativo

Guia do coração: cuidado e prevenção

Baixar