Porque é importante fazer a avaliação cardiológica antes de iniciar uma atividade física

08/06/2017 | | publicado por

Porque é importante fazer a avaliação cardiológica antes de iniciar uma atividade física

Os exercícios físicos fazem muito bem para o corpo e para a mente. Mas, antes de calçar os tênis para começar, é preciso realizar a avaliação cardiológica. Caso, neste momento, você esteja se perguntando se isso é, realmente, necessário, atenção para a resposta: sim, é, e explicaremos o porquê.

Primeiro, o que você precisa saber é que a avaliação cardiológica nada mais é do que uma consulta de rotina com, talvez, alguns elementos a mais. Nela, o médico observa seu condicionamento físico simulando as situações às quais o corpo será submetido quando você realizar uma atividade física. É dessa forma que ele consegue observar se existe alguma limitação, para, então, sugerir o tipo de exercício mais adequado em seu caso.

Além disso, o cardiologista pode solicitar a realização de alguns exames que o ajudam a certificar-se a respeito da carga e da frequência de atividades físicas que seu organismo suporta.

Passo a passo da avaliação cardiológica

Até finalizar a avaliação cardiológica o caminho pode ser um pouco longo, porém, é necessário. As principais atitudes do médico na realização da avaliação são:

Fazer perguntas

Questionar sobre seus hábitos alimentares e a prática anterior de atividades físicas é uma das primeiras coisas que o médico faz, principalmente em seu primeiro encontro com ele. Fazer perguntas é o recurso que o médico possui para conhecer seu histórico de saúde familiar, suas condições atuais de saúde e que resultados você pretende alcançar com a prática de exercícios físicos.

Tirar medidas

Na avaliação, o cardiologista também observa as medidas corporais, como a circunferência abdominal, a estatura e o peso, a quantidade de massa magra e o percentual de gordura. Os dados coletados são registrados em seu prontuário para serem comparados com os que serão levantados no decorrer do acompanhamento.

Aplicar testes

Os testes de flexibilidade, força, resistência muscular e cardiorrespiratória, e de capacidade de equilíbrio também são aplicados à pessoa que deseja começar a praticar uma atividade física. Por meio deles, o médico tem uma noção dos limites e da capacidade do indivíduo, o que contribui para a elaboração de um plano de exercícios individualizado.

É possível que esse plano mude, caso você adquira mais resistência no decorrer da prática esportiva. Tudo isso é reavaliado nas consultas de acompanhamento, que também devem ser feitas periodicamente para checar se tudo está correndo bem e nada está afetando sua saúde.

Guia do coração: cuidado e prevenção

Material Educativo

Guia do coração: cuidado e prevenção

Baixar