Tipos de vitaminas que você deve consumir

08/06/2018 | | publicado por

Tipos de vitaminas que você deve consumir

Os mais variados tipos de vitaminas são essenciais para manter a saúde do organismo. Além de contribuírem para uma alimentação balanceada e uma vida mais saudável, as vitaminas são fundamentais para prevenir doenças cardiovasculares, já que atuam no regulamento dos níveis de colesterol.

As vitaminas são nutrientes encontrados nos alimentos e, portanto, relacionam-se a uma alimentação balanceada. Assim, atuam e auxiliam no processo de digestão, onde são facilmente absorvidas. Isso acontece porque as vitaminas não precisam ser “quebradas” para o aproveitamento do organismo, como acontece com as proteínas, carboidratos e lipídeos.

Por isso, é importante estar atento ao consumo de todos os tipos de vitaminas. Consulte seu médico para verificar como anda o equilíbrio desses nutrientes no seu organismo. Neste artigo, listamos algumas vitaminas importantes para o consumo diário:

Tipos de vitaminas importantes ao organismo

Vitamina A

Relaciona-se ao crescimento dos tecidos, ao bom funcionamento da visão e ao sistema imunológico, como um todo.  Dessa forma, a falta de vitamina A acarreta em predisposições para infecções.

Onde encontrar a vitamina A:

  • cenoura;
  • manga;
  • mostarda;
  • espinafre;
  • couve.

Vitamina B1 (tiamina)

Atua diretamente no Sistema Nervoso Central e melhora o funcionamento cerebral. Além disso, protege o músculo cardíaco. Por isso, consumir vitamina B1 atua na prevenção da perda de apetite, dermatites e falta de força muscular. Também melhora estados de fadiga e memória.

Onde encontrar a vitamina B1:

  • banana;
  • nozes;
  • ovos;
  • feijão;
  • lentilha;
  • ervilha;
  • carne de fígado;
  • leite;
  • aves;
  • frutos do mar.

A quantidade recomendada é de 1,1 miligramas (mg) para mulheres e 1,2 mg para homens. Por exemplo, três colheres de sopa de ervilhas frescas contém 0,168 mg.

Vitamina B9 (ácido fólico)

Auxilia o corpo a remover moléculas presentes no sangue, responsáveis por causar danos às artérias. Também atua contra a fraqueza, úlcera intestinal, insônia e crises de irritabilidade.

Onde encontrar a vitamina B9:

  •  miúdos;
  • cenoura;
  • cereais;
  • folhas verdes-escuras;
  • abacate;
  • damasco;
  • melão.

A quantidade recomendada é de 400 microgramas (mcg) diários para homens e mulheres. Uma concha de feijão-preto fornece 119 mcg.

Vitamina B6 (piridoxina)

A vitamina B6 atua na proteção cardiovascular e fortalece o organismo, sendo muito eficaz contra tremores, convulsões, anemia e lesões na boca, nariz e olhos.

Onde encontrar a vitamina B6:

  • peixe;
  • frango;
  • carnes bovinas;
  • abacate;
  • milho;
  • batata;
  • aveia;
  • feijão.

A quantidade recomendada é de 1,3 mg para homens e mulheres, diariamente. Essa quantidade é equivalente a cerca de sete colheres de sopa de batata cozida.

Vitamina B12

vitamina B12 atua em cada célula do organismo, as quais precisam de uma quantidade mínima desse nutriente para funcionarem normalmente.  A vitamina B12 atua no processo de divisão de células, formação do sangue, síntese hormonal e neurotransmissora, na proteção dos nervos, medula espinhal e do cérebro. Além disso, é fundamental para a proteção da anemia, disfunções menstruais e fraqueza generalizada.

Onde encontrar a vitamina B12:

  • carne de fígado;
  • carne de porco;
  • leites e seus derivados.

A quantidade recomendada é de 2,4 mcg para ambos os sexos, diariamente. Em um bife bovino, você encontra 25 mcg.

Vitamina D

A vitamina D é responsável pelo auxílio do depósito de minerais nos tecidos, como o cálcio. A deficiência de Vitamina D denomina-se raquitismo, o qual causa problemas ósseos. Encontra-se essa vitamina em pequenas quantidades nos alimentos. No entanto, o corpo é capaz de produzir esse nutriente quando está exposto ao sol, geralmente das 7h às 10h da manhã e após as 16h.

Onde encontrar a vitamina D:

  • cogumelos;
  • ovos;
  • fígado bovino;
  • atum;
  • sardinha;
  • salmão;
  • iogurte.

Os alimentos possuem apenas traços de vitamina D. Por isso, é recomendável adquiri-la pela exposição diária ao sol, durante 15 minutos diários.

Gostou do conteúdo? Conheça mais dicas de alimentação no e-book “Proteja seu coração com a ajuda dos alimentos”.