Cardiologia Pediátrica

A cardiologia pediátrica é a parte da medicina responsável por cuidar de todo o sistema cardiovascular de crianças e adolescentes. Por meio de exames e cuidados periódicos, é possível diagnosticar doenças que afetam essa faixa etária e promover mais saúde para toda a família.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, anualmente nascem 29 mil bebês com problemas congênitos no coração, sendo que 06% deles infelizmente não completam o primeiro ano.

Já em idade mais avançada, os principais riscos cardiovasculares estão relacionados com hábitos de vida não saudáveis, como o sedentarismo. Segundo um estudo publicado no Jornal Vascular Brasileiro, 10,4% e 31,8% apresentam risco alto e intermediário, respectivamente, do desenvolvimento de doenças cardíacas.

Esses dados apontam a importância de consultas regulares com um cardiologista infantil para prevenir, diagnosticar e, caso necessário, iniciar um tratamento antes de haver a complicação da patologia.

Apesar disso, ainda há muitas dúvidas sobre a cardiologia pediátrica e a sua atuação. Continue lendo e saiba quais são as principais doenças diagnosticadas, os exames realizados e os cuidados que essa especialidade promove desde a idade fetal até a adolescência.

Quais são as principais doenças cardiovasculares pediátricas?

Confira a seguir quais são as patologias ou problemas cardiovasculares que fazem com que familiares busquem o auxílio de um especialista.

Sopros no coração

Os sopros não são uma doença, em si. Na realidade, representam um ruído que é auscultado e ocorre pela passagem do sangue nas estruturas do coração. Eles ocorrem em cerca de 50% das crianças e, na maioria dos casos, são inocentes. Ou seja, não representam um risco efetivo para o paciente infantis.

Apesar disso, esse som pode ser indicador de um problema maior. Por isso, merece atenção extra, principalmente quando acompanhado de:

  • inchaço;

  • falta de ar;

  • tosse crônica;

  • falta de apetite e

  • tontura.

Dor torácica

A dor torácica também é um sintoma comum, principalmente em adolescentes de 12 e 13 anos, e pode ter origem tanto psicológica, causada pelo estresse ou ansiedade, por exemplo, quanto cardíaca. Nesse último caso, é comum ser consequência de doenças, como:

  • pericardite;

  • miocardite;

  • cardiomiopatias e

  • arritmias.

É essencial buscar auxílio de um profissional especializado em cardiologia pediátrica quando as dores acompanharem palpitações e desmaios.

Doenças congênitas

Como já falado, as doenças congênitas também podem ser uma das causas dos familiares buscarem uma consulta com o cardiologista infantil. Na maior parte dos casos, há a detecção desse problema ainda no período da gestação. Mas podem ocorrer situações em que o diagnóstico é mais tardio, por meio da presença de sintomas que são comuns, como a dificuldade respiratória e baixa tolerância para esforços.

Dentre as patologias mais comuns, podemos citar:

  • Comunicação Interventricular (CIV);

  • Comunicação Interatrial (CIA);

  • Coarctação de Aorta (CoAo);

  • Tetralogia de Fallot;

  • Transposição das Grandes Artérias e

  • Anomalia de Ebstein.

Quais são os exames requeridos pela cardiologia pediátrica?

Ao desconfiar de alguma doença, o cardiologista infantil irá pedir exames para avaliar a saúde cardiovascular e fazer um diagnóstico preciso. Em geral, utiliza-se o ecocardiograma pediátrico, um tipo de ultrassom que permite a análise de todos os tecidos do coração, assim como o seu funcionamento em tempo real.

O grande benefício desse exame para a cardiologia pediátrica é que ele não emite nenhum tipo de radiação, como na tomografia ou raio-x, e não causa nenhum desconforto. Para os médicos, proporciona uma visão geral e bem detalhada da área, permitindo identificar se há má formação ou alterações no seu funcionamento, o que pode indicar inflamações ou infecções.

É recomendado em crianças que possuem histórico familiar de cardiopatias congênitas e antes de qualquer cirurgia com anestesia. Também é indicado quando for iniciar qualquer prática esportiva, independentemente da idade. Outra aplicação é de forma periódica, como no check-up anual.

Além desse exame, também podem ser solicitados outros testes, para possibilitar um diagnóstico mais completo, como:

Como a cardiologia pediátrica pode auxiliar na saúde das crianças?

Engana-se quem pensa que a cardiologia pediátrica é uma especialidade que apenas atende crianças e adolescentes com patologias. Esse é um pensamento errôneo, uma vez que ela também é a responsável por promover saúde e dar dicas para que os pequenos tenham uma vida com bons hábitos e diminua o seu risco cardiovascular, com o passar dos anos.

O médico irá conversar sobre a importância da alimentação e dos exercícios físicos, como as brincadeiras, trazendo informações valiosas para que toda a família possa viver bem. Além disso, como já falado, é indispensável haver uma consulta antes de a criança ou adolescente iniciarem qualquer atividade física.

Marque sua consulta com um cardiologista infantil em Florianópolis!

Marque uma consulta com um cardiologista infantil em Florianópolis na Unicardio! Somos uma clínica localizada no centro da cidade, especializada na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças cardiovasculares.

A nossa equipe é altamente capacitada e está pronta para lhe atender. Aqui, você também poderá realizar os exames pedidos, evitando todo o trabalho de se locomover para outro ambiente e marcar o retorno com o especialista. Agende sua consulta conosco e traga mais saúde para toda a sua família.

AGENDAR