Ecodopplercardiograma Fetal

O ecocardiograma fetal é utilizado pela cardiologia pediátrica para contribuir com o diagnóstico e o tratamento de doenças congênitas ou adquiridas que podem afetar o feto, as crianças e os adolescentes.

As anormalidades na formação da estrutura cardíaca alteram a anatomia normal do coração e podem ocasionar, ou não, sinais e sintomas, dependendo do tipo e da gravidade da malformação. Um dos achados mais frequentes no exame clínico é a presença de sopro cardíaco. Já as doenças adquiridas que podem afetar o coração são inúmeras, mas se destacam as miocardites virais, a Doença de Kawasaki e a Febre Reumática.

Neste contexto, a ecocardiografia apresenta-se como uma das especialidades mais eficientes para a definição do problema, inclusive na gestação, através do ecocardiograma fetal.

Poucas situações podem ser tratadas intraútero, com destaque para as arritmias fetais. Porém, muitas vezes, o problema pode requerer alguma abordagem clínica e/ou cirúrgica logo após o nascimento do bebê, o qual pode ser programado, para que ele receba a assistência necessária.

Como é feito o ecocardiograma fetal?

Como em uma ultrassonografia obstétrica, o médico aplica um pouco de gel na barriga da grávida e capta informações do coração do feto.

Como se preparar para o ecocardiograma fetal? 

O exame não necessita de preparos específicos, basta seguir as orientações gerais para o ecocardiograma.

AGENDAR