6 sugestões para melhorar a qualidade de vida

07/11/2017 | | publicado por

6 sugestões para melhorar a qualidade de vida

Quem nunca desejou melhorar a qualidade de vida? É difícil existir, ao menos, uma pessoa que, em ocasião alguma, tenha parado para pensar em como ter uma vida melhor.

A teoria já é de conhecimento geral: para viver melhor, é preciso alimentar-se bem e praticar alguma atividade física regularmente. Mas, na prática, o que fazer para melhorar a qualidade de vida?

É justamente a resposta para esta pergunta que buscamos dar neste texto. Confira as sugestões que consideramos mais relevantes.

O que fazer para melhorar a qualidade de vida

1. Anote quais foram suas refeições

Faça um diário da sua alimentação. Isso te ajudará a compreender como é a sua relação com a comida e a fazer escolhas de alimentos de maneira mais consciente. Você pode aproveitar as suas anotações para conversar com um nutricionista sobre quais pontos podem ser melhorados para deixar sua saúde ainda melhor.

2. Nunca esqueça da água

A água é essencial para manter o corpo hidratado. Além disso, tem outros benefícios, como melhorar a circulação sanguínea, manter o bom funcionamento dos rins e a pele jovem. A ingestão de água também colabora para o controle do apetite e para que os músculos tenham mais energia.

3. Sempre tome café da manhã

O café da manhã é considerado a refeição mais importante do dia porque abastece o corpo e prepara o metabolismo para ter energia para executar todas as atividades programadas. Um bom café da manhã inclui, ao menos, um tipo de fruta, uma xícara de café com leite desnatado, pelo menos uma fatia de pão integral com geleia e ricota e um copo de iogurte desnatado com fibras. Caso você não goste de algum desses alimentos, procure substituí-los por algo que você considere mais agradável e que faça bem para a sua saúde. Um nutricionista é a pessoa mais indicada para orientar sobre como fazer essas trocas.

4. Coma somente o necessário

Já ouviu a expressão “comer com os olhos”? Pois é isso que muitas pessoas fazem: veem algo que parece gostoso e colocam o alimento no prato usando somente esse critério de escolha. Ao final da refeição, o resultado é um estômago cheio ou um prato abandonado com alguns alimentos nele, porque foi impossível comer tudo.

Conhecer os seus limites e ingerir somente a quantidade suficiente de alimentos para gerar saciedade é o suficiente para o organismo, com uma vantagem: passar o dia bem, sem se sentir cheio porque comeu demais.

5. Saia do lugar

É hábito de todas as pessoas permanecer em pé ou sentadas na mesma posição, por muito tempo. Além de prejudicar a circulação sanguínea, esse comportamento pode resultar em alguns problemas de saúde. O melhor é movimentar-se de tempos em tempos. Caminhar um pouco, esticar as pernas e mexer os pés já contribuem para melhorar a qualidade de vida.

6. Esteja com os exames em dia

Temos a tendência natural de considerar que nossa saúde está boa e de adiar a consulta com um médico para quando houver realmente necessidade. Isso é um erro! É muito importante, para se manter saudável, que sejam realizadas consultas periódicas com um médico cardiologista, por exemplo. Os exames são um apoio para compreender o funcionamento do corpo e o que ele realmente precisa para ser saudável.

Guia do coração: cuidado e prevenção

Material Educativo

Guia do coração: cuidado e prevenção

Baixar