Dicas para manter a saúde do coração

23/05/2017 | | publicado por

Dicas para manter a saúde do coração

Muitas doenças cardíacas podem ser evitadas quando prezamos pela saúde do coração. Para auxiliar nesta tarefa, a Organização Mundial da Saúde (OMS) sugere a adoção de alguns hábitos simples, que podem ajudar a afastar os riscos relacionados a doenças como infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC). Inclua-os em seu dia a dia e garanta mais saúde e bem-estar para você e sua família!

7 maneiras de manter a saúde do coração

Não fumar

A primeira orientação da Organização para manter a saúde do coração é não fumar, por uma só razão: uma das consequências desse hábito é a morte devido às doenças associadas ao vício. De acordo com as estimativas da OMS, oito milhões de pessoas virão a falecer até 2030 por causa dos danos que o fumo causa ao organismo.

Praticar exercícios

O corpo precisa que se pratique uma atividade física de forma regular para funcionar adequadamente. Pode ser uma caminhada, corrida, musculação, dança, andar de bicicleta. O tipo de exercício não importa, desde que não se fique parado.

Antes de começar, porém, consulte um médico cardiologista para avaliar seu condicionamento físico, principalmente caso a prática de atividade física seja uma novidade em sua vida. Nenhum exercício físico deve ser realizado sem acompanhamento médico e orientação de um educador físico. Comece, faça, mas do jeito certo, para que os resultados sejam, realmente, os esperados.

Controlar o peso

Uma das vantagens da prática de atividade física é que ela ajuda a controlar o peso e esse é um ponto fundamental para manter a saúde do coração. A maior parte das doenças cardiovasculares, como diabetes, hipertensão e colesterol alto, está relacionada ao sobrepeso e à obesidade. Garantir que o Índice de Massa Corporal (IMC) não exceda os 25 pontos representa maior chance de não desenvolver qualquer uma dessas condições.

É fácil calcular o IMC. A fórmula é, basicamente, essa: peso / altura x altura. Ou seja, se uma pessoa pesa 80 quilos e tem 1,65 metros de altura, pelo cálculo (80 / 1,65 x 1,65), o IMC dela é 29, acima do recomendado.

Controlar a pressão arterial

A medição da pressão arterial é um exame de rotina feito pela maioria dos médicos por ser um indicativo do estado geral de saúde. O mais adequado é que a pressão máxima não exceda os 120 mmHg (milímetros de mercúrio) e a mínima não esteja abaixo de 80 mmHg (é o popular 12×8).

O correto é verificar a pressão toda vez que for ao médico. Caso ele não tome a iniciativa, vale pedir para que ele o faça, principalmente em caso de haver histórico familiar de hipertensão. Nesse caso, o controle deve ser intensificado a partir dos 30 anos.

Cuidar da alimentação

Ter cuidado com a dieta é uma das principais recomendações para manter a saúde do coração, pois a alimentação complementa outros cuidados, como o controle do peso e da pressão arterial.

O indicado é dar preferência a uma quantidade maior de frutas, legumes, verduras e carnes magras, e diminuir, ao máximo, a ingestão de açúcar, sal e gordura. Algumas pessoas têm dificuldade para equilibrar esse consumo. Nesse caso, consultar um nutricionista pode ser de grande ajuda para elaborar um cardápio que contenha todos os nutrientes necessários ao organismo e, ainda, respeite as preferências gastronômicas.

Controlar o colesterol

O colesterol alto está associado ao descuido com a alimentação. Os níveis de gordura no organismo são maiores quando se consome muitos alimentos embutidos, cortes gordurosos de carne, margarinas, biscoitos recheados, sorvetes, entre outros. Retirá-los da dieta é a melhor opção para garantir a manutenção da saúde, mas, caso seja difícil tomar essa decisão, reduzir o número de vezes em que eles aparecem no cardápio já ajuda bastante.

Controlar a glicose

A principal doença associada aos altos níveis de glicose é a diabetes. Muitas pessoas não se dão conta dos riscos de consumir não só muito açúcar, mas, também, alimentos que se transformam em açúcar dentro do organismo, como os carboidratos. Quando se dão conta, já estão diabéticas e têm de correr atrás do prejuízo. Na verdade, o ditado popular que diz que a prevenção é o melhor remédio está certo. Cuide-se para manter a saúde do coração.

Guia do coração: cuidado e prevenção

Material Educativo

Guia do coração: cuidado e prevenção

Baixar